14 outubro, 2010

Tentar Mais Uma Vez, E Todos os Segredos, Escalador, Concentração e Titânia IV (1.730)

Tentar Mais Uma Vez
João Lenjob

Vou beber seu corpo
Tão molhado de amor
E ensopá-lo com o meu desejo
De beber mais uma vez.

Vou brindar seu corpo
Com alegria e vida
Numa aventura linda de prazer
Para beber mais uma vez.

Vou sentir seu gosto
E aproveitá-lo todo
Conhecer bem seus doce e seco
E beber mais uma vez.

Quero me embreagar
Me entontecer de amor
Compartilhando tudo com você
E tentar mais uma vez.

Não deixem de conhecer o Castelo do Poeta, http://castelodopoeta.blogspot.com e comentem. Deixem lá sugestões e por favor indiquem.

E Todos os Segredos
João Lenjob

O amor que nós brotamos
Temos só que lapidar
Porque já nasceu tão pronto
E destinado a brilhar
Temos o dever e a honra
Dele em nós participar
E compartilhar todos os segredos
O amor que cultivamos
Temos só que transformar
Em desejos que aumentam
Na vontade enorme de sonhar
E de nunca acordar.

Não deixem de conhecer o Castelo do Poeta, http://castelodopoeta.blogspot.com e comentem. Deixem lá sugestões e por favor indiquem.

Escalador
João Lenjob

Eu não sou mangá
Nem folcore brasileiro
Herói americano
Nem anjo de candurra
Faró egipcio
Nem professor eterno
Ou mono-orientador
Não sou jogador de futebol
De volei e basquetebol
Não sou piloro
Nem paraquedista não sou.
Não sou mergulhador
Nem bandeirante por favor
Ne cavaleiro medieval
Sir Lenjob ou Sir João
Rei, monarca e imperador.
Não sou um sambista da terra
Pierrot ou Mestre-Salas
Nem talvez trovador.
Sou aquele que escala o seu peito
Com todo fervor
Sou lutador do seu peito tão cheio de amor.

Não deixem de conhecer o Castelo do Poeta, http://castelodopoeta.blogspot.com e comentem. Deixem lá sugestões e por favor indiquem.

Concentração
João Lenjob

Quero o seu silencio
A sua cala
Nada de fala
Quero concentrar
E ouvir somente os seus olhos
Que dizem muito
Que falam mais
Que contam a verdade
E me tocam o coração.

Quero tudo em silencio
Sem canto
Sem pranto
E me concentrar
E ver seus olhos sorrindo
Alegres
Felizes
Que expressam a verdade
E deixam bem meu coração.

Não deixem de conhecer o Castelo do Poeta, http://castelodopoeta.blogspot.com e comentem. Deixem lá sugestões e por favor indiquem.

Titânia IV
João Lenjob

Te apresentas a ternura
Inovadora, de alma pura
Apareces como surpresa
Com toda divina delicadeza
Que na alma tens a gentilza
E se despes de toda tristeza
Te permites em ti vestir o amor
E encantar-te em forma de poesia
Prometer-te uma nova melodia, Titânia
Com meu coração prometido
Meu sangue abençoado
Minha e tua vidas novas.

Continuem comprando meu livro enviando um email para contatolivredetroia@yahoo.com.br com o título LIVRO.

Pessoas, todos bem? Pois é, mais cinco poemas bacanas, novos e especiais. Mais um pra Titânia, que pra quem não sabe, é personagem shakespereano de Sonhos de Uma Noite de Verão. É a Rainha das Fadas que fui interpretada por Michelle Pfeifer e também pela belíssima atriz Christiane Tricerri. Na foto comigo a turma de minha cidade Nova Era, Robinho e Luciana. Espero que gostem. Visitem mesmo o http://castelodopoeta.blogspot.com e deixem as devidas opiniões.
Atenciosamente,

João Lenjob
lenjob@gmail.com

10 comentários:

  1. esse "Tentar mais uma vez" ficou tudo :) Muito lindo mesmo, continue assim, a cada novo verso que você escreve é mais uma inspiração pra mim! beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi João!!! Passei aqui para agradecer a tua visita e conhecer um pouco dos teus cantinhos! Adorei!!! Obrigada pelo poema que deixaste por lá, é lindíssimo!!!! Tudo aqui é mto lindo também!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  3. Oi João, obrigada pelo carinho, adorei o poema, adorei os outros especialmente tentar mais uma vez, bjs, Va.

    ResponderExcluir
  4. Adorei encontrar este com meu nome, mesmo que não tenha sido feito pra mim rsrsrsr!!

    Vanusa,
    De explêndida beleza
    De expressivo encanto
    Promove o expresso da alegria
    Do olhar que cede e outro firma
    Atenciosamente em plena ternura
    Vanusa,
    Do sorriso que jorra
    Da felicidade que entorma
    E molha o espírito da gente de alegria
    E o expresso fica infinito
    Coberto e repleto do carinho
    Graciosamente, no expresso.

    Bjs, Va

    ResponderExcluir
  5. Obrigada pela visita e comentário lá no Molhe-se. E quando dissestes lá " mais cinco poemas", imaginei, claro, que fossem belos. Mas sempre a expectativa é superada pelas tuas palavras.

    Perfeitos, mais uma vez.

    Beeejo,beeejo.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pelo brilhantismo da postagem !

    ResponderExcluir
  7. ooi!
    amei os poemas, meus parabéns!
    eu já estou te seguindo, obrigada pelo carinho la no blog! =)
    Beeijos!
    www.universoblue.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Magnifico! Passando pra dizer mais uma vez o que você já sabe e todos que lhe conhecem também; És esplendoroso em tudo que escreve, não perde sua magia em nenhum instante!
    Ah, fiz um FOTOLOG, se quizer conhecer:
    http://www.fotolog.com.br/priscillamarfori
    B-Jos.

    ResponderExcluir
  9. Caro João que prazer enorme te conhecer, amei teus poemas, bem se vê que és um professor das ciências e da vida transformada em versos, em encantamento . Obrigada por tua visita e se depender de mim te catapultamos cada vez mais no Olimpo dos Poetas. beijos no coração. Estou te seguindo , não poderia deixar de.

    ResponderExcluir