17 outubro, 2010

O Meu Brilho, Perdido, De Lado, Muito Bem e Muito, Muito (1.735)

O Meu Brilho
João Lenjob

O meu brilho nasceu
E cantou dentro de mim
Trouxe beijo e simpatia
Parecia um grande jardim
Era breve, era sereno
E tão doce e educado
Um talento que sem fim
Cantarolou meu pensamento
Fez-se terna emoção
Foi-se e me deixou triste
Mas coberto de inspiração
Foi cantando e eu tão grato
Com brilho no coração.

Não deixem de conhecer o Castelo do Poeta, http://castelodopoeta.blogspot.com e comentem. Deixem lá sugestões e por favor indiquem.

Perdido
João Lenjob

Sinto-me perdido
Ao mesmo tempo encontrado
Pois por ti me adoeço
Mas tu quem me socorres
Perdido por um mal
Achado por um bem
Um bem a mais de amor
Um amor a mais por um bem
Porém único
Sinto-me encontrado
E por amor vivo sempre perdido.

Não deixem de conhecer o Castelo do Poeta, http://castelodopoeta.blogspot.com e comentem. Deixem lá sugestões e por favor indiquem.

De Lado
João Lenjob

Fali
Meu coração quer o que não posso dar
E quer o que eu não tenho mais
O meu corpo solicita o que não sou
Talvez sintam por mim
Ou o que eu não sinto e gostaria
Ou gostariam e eu não
Quer um amor que nao tenho
E nem sei quando terei
Eu fali
E deixei de lado o meu coração
NO que eu sei e ele nunca soube
Que é melhor assim.

Não deixem de conhecer o Castelo do Poeta, http://castelodopoeta.blogspot.com e comentem. Deixem lá sugestões e por favor indiquem.

Muito Bem
João Lenjob

Sou mais um
Que escolheu o seu coração
E você não entendeu.

Só mais um
E você viu que desta vez a emoção
E nem se surpreendeu.

Porque você não precisa
E nem sabe o que quer
O que espera de alguém
Você tem olhos abertos
E não sabe enxergar o seu bem
Muito bem.

Não deixem de conhecer o Castelo do Poeta, http://castelodopoeta.blogspot.com e comentem. Deixem lá sugestões e por favor indiquem.

Muito, Muito
João Lenjob

A sua hora chegou
Não tenho mais paz
E não quero mais
Não preciso desencanto
E nem de desilusão
Só queria amar.

A sua hora chegou
E assim não tem mais
Um pouco de mim
E nem muito, muito também
Eu já parti que só
E nem desejo alguém.

Continuem comprando meu livro enviando um email para contatolivredetroia@yahoo.com.br com o título LIVRO.

Pessoas, todos bem? Pois é. Hoje eu abro o novo projeto do meu blog chamado "Palavras do Lenjob" quando eu escreverei sobre palavras e me inspirarei na pessoa que se encontrar comigo na foto. Hoje por exemplo eu lanço comigo a palavra "Brilho" e a minha pessoa da vez é a cantora talentosíssima e doce Érika Machado. Tomara que ela goste deste singelo presente porque ela estará presente comigo amanhã em entrevista no Castelo do Poeta, http://castelodopoeta.blogspot.com e também assumirá a direção na Mulher ao Volante, http://www.mulheraovolante.com.br, esta semana. Três vezes a cantora e três vezes a minha admiração. Espero que gostem de tudo hoje, lembrando: o disco na minha mão é o Bem Me Quer-Mal Me Quer da super da querida amiga e o livro na mão dela todos já sabem.
Atenciosamente,

João Lenjob
lenjob@gmail.com

6 comentários:

  1. Como tudo que faz bem inestimável,o brilho de uma mente e de uma vida também esvanece...mas não há inspiração que não o consuma.

    Belíssimo

    Obrigada pela visita ao blog!

    ResponderExcluir
  2. Passando pra deixar meu carinho!!!

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Magnífico...
    O poema "De Lado", é lindo, alias, não tem como escolher só um dentre tantos maravilhosos que escreve!
    Ler-te é um vício.
    B-Jos.

    ResponderExcluir
  4. Muitos blogs, fiquei perdida. Os poemas são um arraso.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Me indentifiquei muito com o "Perdido", por nenhum motivo especial, acho que me sinto assim no momento. Todos ficaram lindos e muito bem escritos, como sempre! beijos

    ResponderExcluir
  6. Belo, belo. Muito belo!!!

    ResponderExcluir