01 janeiro, 2012

Sheyla


Sheyla
João Lenjob


Olhe tão eternamente
Escolha seu jeito de ser
Pense no amor tão diferente
Na estrada se permita viver.

Sheyla sim, coerentemente
Brinque com meu envolver
Me enfeite sim, completamente
Prometo um dia escrever.

Do seu horizonte refletido em retina, Sheyla
Do ambiente buscado que ensina, querida Sheyla
Sem esquecimento da palavra tão divina: Sheyla.

Este poema feito para as Sheylas foi inspirado na colega, amiga e modelo generosíssima Sheyla Birro, que se encontra comigo na foto. Lembrando que o Projeto Mulheres de Lenjob vem chegando ao fim. Espero em breve lançar um livro com todos os poemas. Não deixem de entrar no Castelo do Poeta e acompanhar tudo da arte e da cultura brasileira. Comprem meu livro O Cavalo Livre de Tróia. É só me enviar um email solicitando os procedimentos.
Atenciosamente,

João Lenjob
lenjob@gmail.com
twitter: @lenjob

2 comentários: